Harmonização

11 conselhos para harmonizar vinho e pizza

Vinho e pizza são uma combinação perfeita! Podem ser apreciados em qualquer dia da semana, ocasiões e a um custo que não pesa tanto no bolso. Ainda assim, muita gente tem dúvida a respeito de como fazer essa combinação dar certo. Sendo assim, a gente preparou uma lista bem bacana com 11 dicas maravilhosas para você harmonizar vinho e pizza perfeitamente! Vamos lá!

Saiba como harmonizar vinho e pizza

1 – Atum

De sabor forte e intenso, o atum não harmoniza bem com vinho branco, como é de costume com outros peixes. Um tinto, todavia, pode ocultar o sabor dessa maravilha carne marinha.  Assim, a melhor escolha é o rosé, já que este possui corpo e estrutura de tinto, mas notas frescas de um branco. A harmonização é um arraso!

2 – Muçarela

A muçarela (a grafia correta é assim mesmo, com “ç”, tá!) contém o sal e a gordura do queijo como os traços que mais se sobressaem. Desse modo, opte por vinhos que tenham alta acidez e presença baixa de taninos. Uma dica é o Merlot da Serra Gaúcha, cujo preço da garrafa é bem atraente também, ou um Chardonnay, da Quinta do Olivardo (se for seguir esta dica de compra, prepare o bolso, pois a garrafa sai, em média, por a partir de R$ 72,00, lá na Quinta).

3 – Marguerita 

Tida como uma das mais clássicas do mundo (ao lado claro da muçarela), a marguerita por ter em sua base queijo, precisa ser acompanhada com um a bebida que emplaque a gordura. Nesse sentido, um bom Sangioveses, cuja estrutura é ácida e tem notas frutadas do tomate e do manjericão, é uma boa pedida. Mas, para quem curte os líquidos secos mais acentuados, uma opção é o Chianti. A harmonização aqui se dará com os dois. A única questão é, de fato, o preço: o Chianti é salgadinho!

Agora, se a intensão for harmonizar vinho e pizza com o sabor do manjericão,  os blends ou assemblege, são a melhor aposta.

Como harmonizara pizza de marguerita com vinho
Viu como é fácil harmonização de vinho com pizza?

4 – Harmonizar vinho e pizza – Pinot Noir, Barbera ou espumante

A harmonização de uma pizza de quatro queijos já começa com a combinação gloriosa entre os sabores intensos do gorgonzola, parmesão, muçarela e catupiry (este último, um pouco mais suave). Neste caso, especificamente, o ideal é buscar por vinhos mais ácidos e menos tânicos. Ou seja, Pinot Noirs e Barberas são ideais para o equilíbrio aqui. Agora, para quem deseja tentar algo diferente do tradicional, os enólogos costumam indicar os espumantes, já que eles possuem o poder de “limpeza” do paladar.

5 – Jerez ou Riesling

Ideal para consumo com embutidos, de modo geral, já que estas iguarias são bem salgadas e levam condimentos variados. Assim, estes devem ser os protagonistas da harmonização. Sendo assim, aposte em bebidas que permitam sentir as notas salgadas, como o Jerez. Agora, para quem curte uma pizza de calabresa bem apimentada, como a baiana, a melhor opção é o Riesling, por ser levemente adocicado e mais ácido que o Jerez.

O Cabernet Sauvignon também costuma ser boa pedida, visto que apresenta notas aromáticas, remetendo a frutas e ervas. Também considerando traz em seu corpo taninos firmes que limpam o paladar, fazendo um bom contraste com o sabor dos embutidos e se tornando uma ótima opção de como harmonizar vinho e pizza

Especificamente no caso da pizza de pepperoni, embutido bastante apimentado, tente escolher um menos alcoólico, como o Terroir Cabernet Sauvignon da Casa Valduga. Mas, grave bem: opte por essa garrafa em situações especiais, porque, dos indicados até agora, é o mais robusto no preço.

6 – Frango com catupiry

Para harmonizar a gordura do queijo e a leveza da carne branca do frango, vinhos de corpo mais leve e acidez equilibrada são os mais recomendados. Se você é adepto dessa pizza, tenha sempre em sua adega (ou porque não geladeira!) os rosés e os Pinots.

7 – Palmito

Por serem frutados, os Chardonnays caem muito bem com pizzas de palmito (se este estiver bem macio e misturado ao queijo). A título de curiosidade para o leitor: sem dúvida um dos meus favoritos, pode ser encontrado em versões de qualidade, por a partir de R$ 50,00 a garrafa).

harmonização pizza e vinho

8 – Pizza de cogumelos – Pinot Noir, Merlot ou Carménère

Os terrosos e amadeirados Pinot Noir, Merlot e Carménère vão bem com os seus companheiros de natureza: os cogumelos, independente de ser shimeji, shitake e outros frescos. Ainda que a massa tenha em seu recheio outros ingredientes, o sabor dos fungos se sobressairá.

9 – Presunto cru com figos

Combinação rebuscada, tida como a última da moda, mas nem sempre agrada a todos. Afinal, temos aqui uma pizza que mescla o doce do figo com o salgado, bastante intenso aliás, do presunto cru. Aqui, o vinho precisa ser tão diferenciado quanto a própria combinação. Logo, que tal experenciar um Terroir Exclusivo Tannat. Isto porque ele passa cerca de oito (8) meses em barricas de carvalho francês, o que confere à bebida complexidade aromática, com notas de couro e baunilha integradas às nuances de frutas vermelhas e negras. Um show de sabores!

10 – Portuguesa

Tradicionalíssima, mas marcada pela combinação de ingredientes simples e muito distintos entre si. Por isso, dessa nossa lista talvez a portuguesinha seja a mais complexa de ser fazer a harmonização. Então, para dar equilíbrio a todos os sabores, investir em vinhos de corpo médio e taninos macios, como os elaborados Merlot, vão garantir a combinação perfeita.

11 – Rúcula com tomate seco

Por fim, uma pizza de sabor intenso, com o sabor do tomate seco, mas o amargor da rúcula. Acompanhada ou não por manjericão, o aromático o Terroir Sauvignon Blanc é excepcionalmente perfeito por suas combinações mais herbáceas e aromáticas.

Veja que é possível escolher vários sabores para harmonizar, então, o que acha de experimentar o máximo que puder? Mas não esqueça de deixar um comentário e compartilhar conosco qual foi a sua opção favorita!

Mostre mais

Cris Oliveira

Cris Oliveira, Empreendedora Digital, Entusiasta da Enologia, Especialista em Língua Portuguesa, Blogueira.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *