Dicas

Como escolher taça de vinho corretamente?

Quem nunca ficou em dúvida sobre como escolher taça de vinho corretamente? Pois bem. Trata-se de uma dúvida que paira não somente entre os leigos no assunto, mas, por vezes, acompanha também os enólogos mais renomados. Afinal, há tantos tipos de taças como de vinhos no mercado.

Mas, será que é realmente necessária essa variedade para degustação da bebida? A resposta é sim, pois cada uma foi desenvolvido ao longo do tempo para que permitisse maior aproveitamento das qualidades dos diferentes rótulos.

E saiba que para quem possui um paladar mais aguçado, a influência do modelo no resultado da degustação é automática. E, caso ainda você não tenha se convencido disso, continue acompanhando o artigo que entenderá exatamente o porquê da existência da profusão de modelos no mercado. Vamos lá?

Para cada vinho há taça específica

O primeiro passo de como escolher taça de vinho corretamente, é saber que para cada tipo da bebida há um modelo específico. Cada uma possui características únicas, a depender da uva utilizada na produção (e de outros fatores dos quais não trataremos agora).

Por exemplo, a marca austríaca Riedel possui mais de 400 variedades de taças (entre modelos e tamanhos), sendo uma para cada tipo de uva ou de região de sua procedência. Curiosidade: para quem for adquirir um kit da marca com 4 exemplares, prepare o bolso, pois ele não sai por menos de R$ 300,00.

A dúvida que fica é: precisamos, realmente, de muitos modelos? Não, necessariamente. O ideal é termos, ao menos um jogo completo para as bebidas que apreciamos com mais frequência. Cada kit inclui modelos para tintos (Bordeaux e Borgonha), exemplares para brancos e também para espumantes. Quanto à quantidade, esta dependerá do número de pessoas que irão fazer uso dos copos.

Como escolher taça de vinho corretamente: Material das taças

Antes de sair fazendo compras, vale conhecer um pouco sobre materiais das taças. O correto é fazer aquisição daquelas que são totalmente transparentes (por mais bonitas que sejam as coloridas, elas interferem na percepção da cor da bebida). Cabe lembrar que um dos prazeres da degustação do vinho é a observação da sua tonalidade, a qual diz muito sobre o líquido.

Neste contexto, há 3 tipos que podem ser escolhidos: de cristal, cristal de vidro ou de vidro. A diferença entre eles, além do preço (os modelos de cristal são os mais caros), é a presença e o teor chumbo, substância tóxica que pode interferir diretamente na degustação do líquido.

A de cristal, por exemplo, apresenta até 24% de chumbo, já o modelo de cristal de vidro traz cerca de 10%. Agora, a de vidro não contém o metal.

Mas por que há chumbo na composição da taça? Porque ele oferece mais leveza, delicadeza e sonoridade no momento de fazer o giro do líquido no copo, além de tornar a espessura da taça mais fina. Por sua vez, as de cristal acabam sendo mais porosas, o que obriga as moléculas ásperas do vinho a se prenderem às paredes do copo. Mas, qual a função disso, então? Saiba que ao se prenderem às paredes, as moléculas se quebram e, consequentemente, aumentam a concentração do bouquet.

Para os tintos

Taça de vinho tinto
Taça de vinho tinto

Os tintos precisam de espaço para respirarem, já que possuem aromas normalmente muito intensos. Em virtude disso, as taças precisam ter o corpo maior, para que permitam a liberação dos aromas da bebida. Mas, atente-se: há dois modelos aqui.

Para os Bordeaux foram projetados modelos para abrigar bebidas mais encorpadas, ricas em taninos, obtidas a partir de uvas Cabernet Sauvignon. O bojo deve ser grande, com a borda mais fechada, para que não sejam dispendidos os aromas. Atenção à aba, esta deve ser mais fina.

Já para os Borgonha, devido a maior complexidade e por serem oriundos das Pinot Noir, os modelos apresentam bojo mais largo, em formato de balão. Como são bebidas muito concentradas, precisam de mais espaço para terem contato com o ar, e desta forma, liberarem mais o bouquet.

Para os brancos

taça de vinho branco
Taça de vinho branco

Possuem corpo menor, pois precisam ser servidos em temperatura mais amena. Assim, o formato da taça permite menor troca de calor com o ambiente. Além disso, ela auxilia no realce das notas de frutas, característica típica desse tipo de bebida.

Para os rosados

Apresentam um corpo menor ainda do que os modelos para os brancos, mas com o bojo maior. O formato se justifica em virtude desse tipo de vinho carregar em sua composição os taninos dos tintos, mas o aroma dos brancos.

Taça de vinho rose
Taça de vinho rose

Para espumantes e champagnes

Para espumantes e champagnes o formato ideal é o de flauta. Alongado, com bojo tendendo ao fino, o que permite apreciar o perlage da bebida de maneira mais intensa. Este formato faz com que efervescência e o aroma da bebida sejam levados ao nariz, além disso, controlam o fluxo da bebida e mantêm a acidez e a profundidade dela. Agora sabendo como escolher taça de vinho corretamente não tem desculpas para errar no ano novo.

Taça de espumantes e champagnes

 Viu como não é tão complicado assim, não é mesmo? Então, antes de seguir às compras, estude o material de que os recipientes são produzidos e analise os preços dos kits e faça as contas de quantos exemplares serão necessários para você.  Desta maneira, saberá como escolher taça de vinho corretamente e não ficará naquela dúvida crucial de principiante.

Espero que tenha gostado. Lembre-se de que para aproveitar ao máximo as propriedades de um vinho, é fundamental também saber como segurar taça de vinho corretamente.

Continue acompanhando nossas postagens e conheça cada vez mais sobre o universo da enologia! Inscreva-se no caminhosevinhos.com para receber as novidades diretamente em seu e-mail, gratuitamente. Participe também do nosso Clube do Vinho Caminhos e Vinhos, em nossa fanpage. Será um prazer tê-lo sempre conosco.

Um grande abraço, e tim-tim pra você!

Tags
Mostre mais

Cris Oliveira

Cris Oliveira, Empreendedora Digital, Entusiasta da Enologia, Especialista em Língua Portuguesa, Blogueira.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *