FrançaVinhos pelo Mundo

Vinhos Franceses, um pouco sobre

Para curiosos e apreciadores

Destaques

  • História do vinho Francês
  • Curiosidades
O vinho é tradicionalmente uma bebida que apresenta profundas ligações com a cultura francesa, sendo inclusive motivo de orgulho entre os cidadãos do país e prestígio no mundo inteiro. Os vinhos franceses possuem uma qualidade excepcional e inconfundível. Há uma diversidade incomum na produção da bebida em razão das inúmeras vinícolas existentes na França, as quais recebem visitantes para uma degustação refinada. Algumas dessas vinícolas originaram-se, segundo enólogos, antes de videiras destinadas à produção do vinho.

É válido apontar que os vinhos franceses possuem uma classificação um pouco peculiar em relação aos demais, o que ajuda a distingui-los de outros bons vinhos produzidos no mundo. Uma delas é o conceito de terroirs – que nada mais é do que uma seleção de uvas produzidas em determinada extensão de terra e destinadas à produção específica de um vinho – em que se a escolha do local onde a bebida será envelhecida, ou em uma cave, ou em um barril. Esse conceito exclusivo dos franceses é o que garante a personalidade à bebida produzida por eles, cujo sabor e envelhecimento são inigualáveis.

Para que um enófilo conheça bem os vinhos franceses é muito importante que ele saiba distinguir entre as diversas denominações ligadas à especificidades de uvas, além de conhecer sobre as vinícolas francesas.

Cabe ainda ressaltar que as melhores safras de vinhos franceses são provenientes das regiões de Borgonha e Bordeaux, consideradas inclusive como sendo duas antípodas (locais totalmente opostos) – já que os vinhos produzidos nessas duas regiões vinícolas são muito distintas entre si, porém são mantidas as mesmas concepções de qualidade para o resultado final da bebida.

Regiões de bons Vinhos Franceses

Vinhos franceses e bicicleta - Uma bela combinação

Em Borgonha, havia fundamentalmente a presença de diversas abadias e, os clérigos obtinham por meio de técnicas que somente eles dominavam. Com o passar do tempo, a região foi sendo dividida em pequenas propriedades privadas de terra e, o culto da produção perdura até hoje. De lá, saem os vinhos mais suaves e delicados do mundo.

Já a região de Bordeaux, onde a influência da igreja foi relativamente menor do que  em Borgonha, os vinhos eram produzidos com um sabor mais encorpado, forte e intenso. Muitos enófilos enfatizam que para se escolher entre a diversidade de vinhos franceses é importante considerar o ‘feminino e o masculino’. Se deseja vinhos mais encorpados, opte pelos produzidos nas vinícolas de Bordeaux, se o paladar for mais suave, prefira os de Borgonha.

 

 

Tags
Mostre mais

Cris Oliveira

Cris Oliveira, Empreendedora Digital, Entusiasta da Enologia, Especialista em Língua Portuguesa, Blogueira.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *