Receitas

Como fazer molho com Vinho Tinto Bordô Seco Quinta do Morgado

Você sabe como fazer molho com Vinho Tinto Bordô Seco Quinta do Morgado? Pois bem. Neste artigo, trazemos uma receita fácil e deliciosa e, diga-se de passagem, que harmoniza muito bem com massa grano duro. Acompanhe!

 Como fazer molho com Vinho Tinto Bordô Seco Quinta do Morgado

O primeiro passo para fazer um molho maravilhoso, usando um dos vinhos mais vendidos no nordeste do Brasil, é selecionar os ingredientes. Você precisará de:

  • 1/2 litro de caldo de carne;
  • 4 colheres de sopa de manteiga com sal;
  • 1 xícara de Vinho Tinto Bordô Seco Quinta do Morgado;
  • 1/2 xícara de molho shoyu;
  • 1 cebola média picada em cubos bem pequenos;
  • 4 dentes de alho amassados;
  • 2 colheres de sopa de molho inglês;
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo;
  • 500g de cogumelos fatiados;
  • Um pacote de penne grano duro de boa qualidade;
  • Sal e pimenta a gosto.

Com tudo separado, já podemos seguir para o segundo passo, que é o preparo propriamente dito.

Preparando o molho com Vinho Tinto Bordô Seco Quinta do Morgado

Com a ajuda de um liquidificador, processe o caldo de carne, a cebola, o alho, o vinho e os molhos inglês e de soja. Feito isso, reserve.

Depois, em uma panela média, derreta a manteiga e coloque a farinha, deixando dourar sempre em fogo baixo. Faça isso com o auxílio de um fue, será bem mais fácil.

Vinho Tinto Bordô Seco Quinta do Morgado

Em seguida, despeje a mistura contida no liquidificador, mexendo de maneira contínua, até que engrosse. Na sequência, acrescente os cogumelos picados, o sal (pouco, pois já temos os molhos que contêm sódio) e a pimenta do reino a gosto.

Observe que o molho ficará encorpado, mas não muito. Ferva por mais uns 10 minutos até que fique no ponto ideal.

Dica: use pimenta do reino moída em casa.

Montagem do prato

Coloque a massa grano duro, o molho por cima e sirva com uma deliciosa taça de Vinho Tinto Bordô Seco Quinta do Morgado.

Experimente fazer o molho com a bebida que ganhou reconhecimento e notoriedade entre os brasileiros, especialmente entre os nordestinos. Depois, não se esqueça de contar pra gente, certo?

Tags
Mostre mais

Cris Oliveira

Cris Oliveira, Empreendedora Digital, Entusiasta da Enologia, Especialista em Língua Portuguesa, Blogueira.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *