Listas

Conheça 5 regras para cozinhar com vinho

Vinho e cozinha são duas coisas que combinam muito bem. Quem aprecia cozinhar, não costuma perder a oportunidade de abrir uma garrafa e degustar o sabor inigualável da bebida, enquanto prepara um bom prato.

No entanto, entre os amantes do vinho, costuma pairar uma dúvida bastante recorrente: o vinho que costumamos beber é o mesmo que deve ser utilizado para a cocção dos pratos? A resposta é mais simples do que pode parecer e também se constitui em uma máxima entre os especialistas em vinho: nunca cozinhe com um vinho que você não vá beber! Em outras palavras, isto quer dizer que qualquer tipo de vinho que você aprecie pode ser usado para na preparação dos mais variados pratos. Mas, para isso, é preciso que sejam seguidas algumas regras. Conheça 5 regras básicas para cozinhar com vinho. Acompanhe!

 

Confira a lista de 5 regras para cozinhar com vinho

  1. Nunca cozinhe com um vinho que você não beberia.

Esta é a regra primordial dentre todas as outras: não devemos cozinhar com um vinho que não levaríamos à boca. Não importa qual marca ou estilo preferidos, também não interessa se a garrafa já está aberta há algum tempo na geladeira. Entenda que o vinho, em caso de uso para cocção de alimentos, potencializa o sabor das receitas, independentemente até mesmo do preço dele.

  1. Não usamos vinho em todos os pratos.

Por mais que adoremos um bom vinho, não usamos a bebida em todos os pratos. É importante lembrarmos que a finalidade do vinho é que ele contribua com o sabor do prato. Neste sentido, vale a seguinte regra: não use o vinho em mais de um prato que estiver preparando. Por exemplo, mais de um molho à base de vinho pode ser algo enfadonho para quem vai saborear a iguaria.

  1.  Use com parcimônia.

Ao combinarmos o vinho com os ingredientes, devemos ter o cuidado de usá-lo em pequenas quantidades, isto porque a bebida contém açúcares, ácidos e taninos – substâncias que interferem nos sabores dos componentes. Assim, o segredo para ter uma receita maravilhosa e com um sabor particular é o equilíbrio. Não use, por exemplo, vinho e vinagre para marinar carnes, pois a combinação pode elevar a acidez do alimento.

  1. Em que pratos posso incorporar o vinho?

Vários são os pratos nos quais podemos usar de forma segura – sem cometer quaisquer desastres – vinho. Marinadas de carnes brancas e vermelhas, peixes como salmão e atum, molhos, cozidos, sopas, flambadas de frutas, caldas. O vinho, em todos esses casos, realça sabores, reduz acidez de componentes e permite que alguns nutrientes sejam melhor absorvidos pelo organismo, em particular, proteínas.

  1. O vinho serve para substituir outros ingredientes?

A resposta é sim! O vinho pode ser utilizado para substituir ingredientes bastantes tradicionais, como limão, leite, iogurte e sucos de frutas. Além disso, serve também para reduzir molhos – neste caso, utilize apenas meia xícara de vinho tinto concentrado – que, ao final da cocção em fogo baixo, será reduzida em 2 colheres de vinho.

Gostou? Quer saber mais sobre vinhos, inscreva-se gratuitamente e receba nossos artigos diretamente em seu e-mail e faça parte do nosso Clube. Também deixe seu comentário e compartilhe suas experiências conosco, será um grande prazer!

Tags
Mostre mais

Cris Oliveira

Cris Oliveira, Empreendedora Digital, Entusiasta da Enologia, Especialista em Língua Portuguesa, Blogueira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *